domingo, 26 de Outubro de 2008

Triffle de morangos e baunilha, numa tarde de calor!!!


Para compensar o desastre de ontem, fiz 3 num só!

O resultado está à vista e a verdade é que vou ter de repetir... veja-se que a minha princesa já tinha um dos copinhos debaixo de olho para que ninguém lho tirasse... não fosse alguém esquecer-se, não é?

TRIFFLE DE BOLO DE BAUNILHA, MORANGOS E CHANTILLY
(SERVE 8 COPOS WHISKY)

Bolo de Baunilha
(mesma base que o bolo de iogurte, mas na ausência deste coloquei 3 colheres de sopa de essência de baunilha)
2 copos (iogurte*) de óleo
6 copos* de farinha tipo 65
2 copos* de açúcar amarelo
6 ovos inteiros
1/2 colher de sopa de fermento em pó
Misturar todos os ingredientes e verter numa forma já untada com manteiga e farinha. Levar ao forno pré-aquecido por 45 minutos.

Confecção do Triffle
Depois do bolo arrefecido, esmigalhe boa parte dele ou então, vá esfarelando à medida dos copos que necessita e do tamanho dos mesmos e faça camadas de bolo, chantilly e morangos. Leve ao frigorífico por 4 ou 5 horas e sirva-se! Vai adorar o resultado!

sábado, 25 de Outubro de 2008

Micas Day!!!!


Afinal o Verão brindou-nos de novo este fim-de-semana!!!

Mas o bolo de hoje, não é em homenagem a S. Pedro, mas à Micas que faz hoje aninhos... pois é!!!

Arrisquei fazer (pela 1ª vez) um bolo de aniversário a valer, sem mais nada para me salvar caso fosse um fracasso (que até foi, porque se não fosse pela imagem, tinha ido parar ao caixote do lixo rapidamente, pois a massa não cozeu e ficou presa - acho que foi a farinha, porque este bolo sempre me saiu muito bem!)

No entanto, arrisquei continuar e dar-lhe o benefício da dúvida: recheei-o com natas, morangos e framboesas e cobri-o com calda de chocolate preto. Para finalizar, decorei com framboesas!!! (inspiração da amiga Joaninha e o seu chef)
Ficou tão lindo, tão apetecível... mas não comestível.

Bom, foi um dia óptimo na mesma (embora ainda não acabado) e adorei cada minuto perdido à volta dele. (Há que saber aproveitar bem todos os momentos e aprender com os erros.)

O balanço do dia de aniversário até que foi bem positivo :) Beijos para todos(as)!


domingo, 19 de Outubro de 2008

Despedida... de verão!!!


Estava tudo tão bom: o tempo, as pessoas, o almoço, a conversa ... a sobremesa...
fez-me lembrar os comuns dias de verão (que não tivemos este ano), por isso deixo aqui o registo do meu sábado!

Hoje não há receita, só lembranças de uma tarte Tatin de Maçã e uma bola de gelado!!!

segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Tiramisu de Limão

A propósito do convite da querida Nana, convite este que me deixou deliciosamente contente (não escondo), decidi fazer uma receita que há muito andava para fazer, mas, como cá por casa, parece que o Natal ainda não acabou, (são tantos os doces a toda a hora, que temos de escolher aquele que fará 'menos' mal em determinada altura), este veio agora, mesmo a calhar!



Espero que gostem, pois ficou fantástica. Embora seja inevitavelmente uma receita calórica, dada a composição das natas com marcarpone, o limão corta todo o açúcar que a receita possa indicar.





O Limoncello di Capri, passo a publicidade, foi-nos aconselhado por vários locais e um amigo que lá viveu durante o seu belíssimo Erasmus, como sendo o único e verdadeiro licor de limão. Pois bem, dada a fama, decidimo-nos a comprar e guardar na garrafeira, como uma relíquia. Quase nem me lembrava que o tinha, até que vi a receita em epígrafe e o trouxe à vida...

Para ter a certeza da receita para o desafio, li e analisei milhentos blogs e sites e recordei muitos pratos que vi em Itália... ai, que saudades!
Toscânia... um dia havemos de voltar e ficar por mais algum tempo!

É bom lembrar que o desafio era 'Pasta', mas com tantos pratos principais, decidi participar com uma sobremesa!


Limoncello Tiramisu
(Adaptado de Swirl & Scramble, Maio de 2008)


Ingredientes

250gr Mascarpone

200gr natas light (para atenuar o peso das calorias...)

30 palitos de la reine

sumo de 2 limões (médios a grandes)

200 ml água

20ml+40ml de Limoncello

50gr+50gr açúcar light

confettis de açúcar para a decoração

Confecção

Aqueça o sumo dos limões, a água e parte do açúcar, durante 2-3 minutos e deixe arrefecer. À parte, numa tigela fria, bata as natas e junte 20 ml de limoncello. Junte o marcarpone e verifique o grau de doçura, caso ache amargo, junte-lhe um pouco de açucar. Envolva todo este preparado e leve ao frigorífico.Voltando ao xarope de limão que preparou inicialmente, junte o restante limoncello e mergulhe os palitos de la reine e coloque-os na taça onde vai servir o doce. Coloque primeiro os palitos na primeira camada e depois de preenchida, acrescente uma outra camada de marcarpone. Preencha com camadas e termine com o marcarpone. Envolva a taça em película aderente e leve ao frigorífico por 24 horas. Enfeite com amêndoas como a original ou confettis de açúcar...

sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

Pizza com tudo...

As pizzas têm esta vantagem, vão bem com tudo e com todos.

Embora sempre tenha gostado de pizzas, confesso que depois de as ter provado na terra mãe (Itália) fiquei rendida à quantidade e qualidade das pizzas que por mim passaram, elas eram: pizza de salame com pedaços de chocolate, pizza de alfaces, pizzas de fruta, só para enumerar as que me ficaram na memória.
Lembro-me de estarmos a sair de Florença com destino a Sienna e o estômago acusar falta de 'combustível' para continuar, então fomos a uma Pizzaria al taglio (pizzaria à fatia), que se vê em todos as ruas e esquinas, para nossa sorte, e de ter pedido as melhores 4 fatias de pizza da minha vida!

Não me perguntem sequer o que tinham, mas recordo-me ainda hoje de como estavam MARAVILHOSAS... acho que o segredo é não colocar muita coisa, para que a composição destaque um sabor, que se funda com todos os ingredientes.
Acho que por isso, fazê-las em casa tem sido a tentativa de encontrar uma forma de reproduzir algo que uma vez, experimentei!

PIZZA DE ATUM E PIZZA RÚSTICA
(PARA 6/8 PESSOAS)

INGREDIENTES
(para a massa)*
*400 gr de farinha tipo 55 ou 65
*2 dl água quente
*2 colheres de sopa de manteiga sem sal
*2 colheres de café açucar
*1 colher de chá de sal
*1 saqueta de fermento (11gr)
1 lata de atum grande
1 ananás/abacaxi (conforme preferência)
camarões (40/50) a gosto
azeitonas a gosto
queijo mozzarela em fatias e ralado
1 embalagem de polpa de tomate
4 faltas de mortadela picante
bacon a gosto
10 fatias de chouriço de vinho
cogumelos a gosto
oregãos para polvilhar
azeite


Confecção

Verta a saqueta fermento num pouco de água morna (nem muito quente nem muito fria, para não 'destruir' o fermento) e aguarde 5 minutos até que o fermento se desfaça e
Entretanto, misture os restantes ingredientes para a massa. (Neste caso, usei a máquina de pão no modo 'massa fresca' para que fizesse a mistura e deixei aguardar 30m para levedar um pouco.)
Os detalhes ficam sempre a gosto de cada um... uma vez que a massa rendeu para 3 pizzas, fiz duas com o atum, o anánás e os camarões e ainda adicionei as azeitonas. A base da pizza começou pela polpa e 3 fatias de queijo mozarela e o resto à descrição.
Na pizza rústica, a base foi semelhante, mas misturei o bacon, com fatias finas de juliana da mortadela e chouriço.
Tudo regado com oregãos e um fio de azeite.
Vai ao forno pré-aquecido por 15/20 minutos.



quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

Vindimas com muita uva









Foi um fim-de-semana em cheio em Santa Marta de Penaguião...
Aos meus primos, um muito obrigada pela excelente recepção e pelo convívio que nos proporcionaram...



"Vinho tinto é a bebida resultante da fermentação do suco ou mosto extraído de uvas pretas ou tintas no qual é imperativo que haja maceração das cascas no mosto com a finalidade de se atribuir cor e sabor à bebida.
A
polpa da fruta, tanto da uva branca quanto da uva preta é clara, quando prensada esta polpa dá origem a um suco turvo considerado “branco”. A cor do vinho é obtida de acordo com a forma com que as cascas da uva são usadas. Para tornar o vinho tinto é preciso que as cascas das uvas pretas descansem no mosto, o que é chamado de maceração. A intensidade da cor no vinho tinto depende de dois fatores, primeiro do tipo de uva empregada na sua fabricação e segundo o tempo de maceração das cascas no mosto." by Wikipédia

sexta-feira, 3 de Outubro de 2008

Muffins de fruta com coração de chocolate


Quando os vi a primeira vez, achei que eram uma variação de queques, mas em versão chique ou um simples estrangeirismo. No entanto, quando iniciei a minha aventura entre tachos e depois de devorar todos os livros que tinha (e que não tinha), revistas e blogs, percebi que havia de facto uma diferença que é facilmente identificável: na textura e, obviamente, na sua confecção.

Foi a minha primeira experiência em misturar frutas com especiarias... No inicio estranhei, depois... devorei! Ficaram estranhamente saborosos, mas o que me derreteu... foi o 'coração' de chocolate... hmm!


Muffins de Banana, Papoila, Laranja, Gengibre e Chocolate (serve 12 forminhas)
(adaptação da revista Blue Cooking, nº 25, Março 2008)

Ingredientes
250g farinha sem fermento
1 1/4 c. chá de fermento em pó
1/2 c. chá de bicabornato de soda
200g de iogurte natural
**buttermilk (ver caixa) ou 3 c. sopa de óleo vegetal
2 c. chá raspa de laranja
1 c. chá de gengibre em pó
1 ovo
2 c. sopa de sementes de papoila
120g açúcar
80g chocolate culinário partido grosseiramente
2 c. sopa açúcar amarelo
1 banana
sumo de 1 laranja
sal
(*para estas medidas, em muito me ajudaram as minhas queridas colheres de medida)
** "Buttermilk ou soro de manteiga é a parte aquosa restante da elaboração da manteiga. Difere ligeiramente em composição do leite cru, contendo grandes quantidades de ácido lácteo e água. O sabor característico do soro de manteiga procede principalmente do ácido lácteo presente nele." (Wikipédia)
Na ausência de tal composição, pode reproduzir da seguinte forma: acrescente 1 colher (sopa) de limão ou vinagre a 1 xícara de leite, e deixe descansar por cerca de 10 minutos.

Confecção
pré-aqueça o forno para os 180º C. Forre com forminhas de papel, a base de formas de queques/muffins a usar.
Junte a farinha, o açúcar, o fermento, o bicabornato e o gengibre numa tigela grande. Adicione uma pitada de sal e misture.
Numa outra tigela, bata o ovo com o buttermilk ou óleo vegetal, o iogurte natural e a raspa da laranja.
Aos ingredientes secos junte as sementes de papoila, corte as bananas em fatias finas e misture (no meu caso, não reservei fatias para o topo dos muffins, mas a receita original sugere que o faça), junte o chocolate e mexa. Misture o preparado do ovo com o iogurte e verta o sumo de uma laranja.
Verifique se a massa está doce ou então deite mais 2 colheres de açúcar amarelo.
Misture bem e encha as forminhas até metade, pois o fermento fará o resto.
Leve ao forno por 20 min e confirme com um palito quando chegar ao fim do tempo, para se certificar de que estão cozidos.

quarta-feira, 1 de Outubro de 2008

Empadas de Frango


(Nem o cansaço me demove a vontade de tentar novos pratos.)
As empadas de frango pareciam a receita perfeita para pôr mãos na massa e apresentar um prato diferente e saboroso.
É incrível a forma rápida e divertida com que se fazem empadas e a imagem de que passamos horas na cozinha a prepará-las. Esse tem sido a parte mais engraçada de toda esta descoberta na cozinha: tudo dá ideia de ter dado um trabalhão, mas na realidade até que se faz rapidamente... ou melhor, quase tudo!!!
EMPADAS DE FRANGO
(para 7 empadinhas)


Ingredientes
1 placa de massa folhada congelada
1 cebola (separe em duas para a confecção)
2 colheres sopa Bacon em quadradinhos
2 tomates pelados em conserva
1/2 lata de cogumelos em conserva
2 peitos de frango
sal, pimenta e noz moscada
1 gema de ovo
azeite q.b.

Confecção
Pré-aqueça o forno para os 200ºC. De seguida coza os peitos de frango em água temperada com sal e metade da cebola por 15 minutos.
Estenda a massa com a ajuda de um rolo e faça um placa bem fina. Como medida de base para as forminhas, faça o molde com a ajuda de uma forma maior, com mais ou menos 12 cm diâmetro, de forma a cobrir toda a base das forminhas. Depois, com a ajuda de uma forminha, coloque-a voltada para baixo, para fazer o topo que vai usar para as fechar.
Feitos os moldes, pode iniciar o estrugido e deitar o bacon até este se apresentar dourado e verter os cogumelos e os tomates pelados (verta também parte da polpa que vem junto para humidificar o preparado). Mexa e junte o frango entretanto cozido e desfiado e tempere com sal, pimenta e noz moscada.
Recheie as forminhas e tape com o topo já feito com a massa e feche. Pincele com a gema de ovo e leve ao forno por 15m.
Sirva com uma salada.