sábado, 17 de Maio de 2008

Soufflé de Atum

Adoro soufflés... ADORO!

Esta descoberta deu-se à pouco tempo, pois não era nada comum fazer soufflés cá em casa, até que mudei o local de trabalho, à coisa de 10 meses e meio.
Por essa altura, fui apresentada a um restaurante fantástico em VNFamalicão - o 'Colher de Sopa'- é um restaurante ao estilo self-service, que todos os dias muda o cardápio e tem uma cozinha/cozinheiras fantásticas, em que até hoje não pude apontar um defeito.
Desde soufflés, ao timbal de atum ou frango e às saladas (várias à escolha) com um molho da casa divinal, tudo é uma tentação! (só não vou abordar as sobremesas, porque embora babe por todas, não me posso tentar, fruto das experiências que depois tento fazer cá por casa...)

Ontem o almoço foi soufflé de peixe, mas estava tão bom que decidi repetir a dose, mas desta vez alterei o ingrediente principal, para que a família pudesse experimentar... foi um sucesso e já pediram bis!


SOUFFLÉ DE ATUM ( serve 3 pessoas)

Ingredientes
1 cebola picada
azeite q.b.
2 latas de atum ou 1 grande
2 colheres de sopa de molho de tomate
3 dl leite
1 colher de sopa de farinha (bem cheia)
sal, pimenta e noz moscada
3 ovos

Confecção
pré-aqueça o forno a 220ºC e inicie o estrugido. Verta o atum já escorrido e desfeito para o tacho e mexa durante 2/3 minutos. Deite a farinha e misture. Logo de seguida deite o leite e mexa até começar a sentir alguma consistência, entretanto pode misturar a polpa/molho de tomate e continue a mexer. Tempere com sal, pimenta e noz moscada.
Separe as gemas das claras e bata ambas em separado. Deite a mistura dos ovos cuidadosamente no preparado anterior, mexendo sempre. Entretanto junte este último às claras batidas em castelo e verta para uma taça de soufflé (já untada com manteiga) e leve ao forno por 15 minutos.

segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Bolo de legumes em massa folhada

Hoje não me apetecia nada fazer 'batido de atum' (cá em casa é a tradução para dizer 'os pratos de sempre') e lembrei-me desta receita da Kraft, pois tinha alguns dos ingredientes base para a poder fazer... além de que a vista também se alimenta, não é?
A família achou o máximo e dada a aprovação, meti as mãos ao trabalho!
Devo dizer que se não fosse a cenoura baby, tinha ficado fantástico... é que as que tinha congeladas, tornaram o prato muito doce e desvirtuou o sabor salgado que se pretendia para o bolo.
Com algumas alterações à receita original, tornou o nosso jantar diferente e muito agradável!

Ingredientes
2 placas de massa folhada congelada
4 ovos
200ml natas light (a original leva queijo ricota)
4 porções de espinafres picados
mistura de vários legumes congelados (chineses, tomate e cenoura baby)
queijo mozzarela ralado (a original leva queijo cheddar)
sal
pimenta
noz moscada

Confecção
Pré-aqueça o forno a 180ºC e numa forma para bolo de fundo amovível (com 24cm de diâmetro é suficiente) estenda 1 das placas de massa folhada estendida. Salteie numa frigideira com pouca margarina, os legumes congelados e ao lado misture os ovos inteiros, com as natas e os espinafres. Tempere cada um dos preparados com um pouco de sal e à mistura dos ovos acrescente ainda pimenta e noz moscada.
Intercale os dois preparados e no fim deite queijo mozzarela ralado e feche com a 2ª placa de massa folhada. Faça 4 ou 6 cortes ao centro para que a massa respire e o vapor saia. Deixe no forno por 20 minutos e estará pronto a servir.

domingo, 11 de Maio de 2008

Queques... mais do mesmo!



A Primavera não se decide se entra ou não e nós por cá, decidimos continuar a fazer bolos para acompanhar o chá das 5, porque o frio e o céu cinzento teimam em insistir que fiquemos por casa...

Fruto dessa vontade de ficar pelo sofá a ver filmes de Domingo à tarde, veio também a vontade de experimentar novas receitas para estrear umas forminhas novas de silicone, que andava à meses para comprar e pôr no forno!

Ao juntar as vontades e as forminhas, sairam estes deliciosos queques, para aquecer a alma e confortar o estômago! Procurei uma receita que levasse ingredientes que tivesse por casa e que ao mesmo tempo tivesse consistência, daí aos 'queques de maçã com canela' foi um passo. Ficaram divinais... até dá para sentir aqueles maravilhosos pedacinhos de maça ainda por cozer... hmm, hmmm!

Ingredientes

Margarina Líquida (para tudo, uso Vaqueiro)

1 maçã reineta grande

150 g de açúcar amarelo

canela em pó

100g de margarina Vaqueiro

4 ovos

100 g de farinha

50 g de maisena

1 colher de sobremesa de fermento em pó

2 colheres de sobremesa de coco

Confecção

Ligue o forno e regule-o para os 180 °C.Pincele 15 formas para queques com margarina.Descasque e corte aos quadrados bem pequeninos a maçã reinetas. Polvilhe com 1 colher de sopa de açúcar amarelo, canela em pó e uma colher de coco. Bata a margarina com 100 g de açúcar até obter um creme liso e esbranquiçado. Adicione as gemas uma a uma batendo sempre. Junte as maçãs picadas e misture.Peneire a farinha com a maisena e o fermento em pó.Bata as claras em espuma, junte-lhes o restante açúcar e continue a bater até estarem bem espessas.Adicione alternadamente à massa as farinhas peneiradas e as claras em castelo, envolvendo delicadamente e sem bater.Distribua a massa pelas formas e leve a cozer no forno durante cerca de 20 minutos.

sábado, 3 de Maio de 2008

Clafoutis de Frutos Silvestres

Vi esta receita pela primeira vez no blog Baunilha e Caramelo e confesso ter ficado muito curiosa quanto à prova desta sobremesa. Depois veio o interesse em conhecer a origem da receita e inclusive a opinião daqueles que a conhecem desde tenra idade e que há já muito tempo não a provam!

Entretanto fui percebendo que muitos outros blog's fazem jus à receita original de cerejas e que existem muitas outras variações como aquela que deixo aqui hoje!
Esta, confesso, que fui ver à Milk & Cookies e embora o aspecto não seja exactamente o mesmo, na verdade adorei o contraste do sabor doce aveludado com a acidez dos frutos silvestres.

À parte de alguns melhoramentos que farei nas próximas tentativas, achei uma receita de fácil concepção e muito, muito saborosa!
Ingredientes
8 colheres de sopa de açúcar amarelo
5 colheres de sopa de farinha peneirada
1 colher de extracto de baunilha
300 ml de natas light
4 ovos inteiros
frutos silvestres q.b. (usei congelados)
5 morangos
açúcar em pó

Confecção
pré-aqueça o forno a 160ºC.
Misture o açúcar, a farinha, a baunilha e os ovos até obter um preparado líquido cremoso e com espuma.
Entretanto, barre com manteiga e passe por farinha, a base onde vai colocar o preparado.
Verta na taça para ir ao forno, o liquido entretanto pronto e deite a olho, os frutos silvestres e os morangos partidos em rodelas, de modo a cobrir a base.
Coloque no forno por 25/30' ou até ver a base dourada e decore com açúcar em pó.

Doces e Geleias

O post de hoje é em forma de agradecimento aos amigos que me ofereceram estas geleias maravilhosas e também em forma de questão: como poderei usar a Geleia de Pétalas de Rosas a não ser barrada em tostas com manteiga, como manda a tradição?

O Doce de Limão é fantástico. Esta receita original da terra de sua Majestade, é apresentadaa como uma sobremesa (topping) ou manteiga para sandes ou aperitivos. Experimentem esta 'manteiga' num scone e um belo chá de frutos vermelhos... hmmm...
Nunca deve ser saboreada 'à colher' ou 'à guloso', pois o seu elevado teor de gordura (manteiga) iria destruir o seu paladar e torná-lo arrepiantemente enjoativo!
Amei os presentes. Mais uma vez, OBRIGADA!

sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Pizza de Cogumelos e Frutas

Dia de pizza é dia de festa e foi mais ou menos essa a sensação que tivemos, quando decidi fazer PIZZA pr'ó jantar... (é que somos pessoas de fácil satisfação :))
Além de ser um prato delicioso, a confecção até é fácil e a vantagem é que a cobertura fica bem com tudo o que temos na despensa e no frigorífico!

O dia de hoje soube a início de férias e como é óbvio apetece festejar e fazer pratos alegres, felizmente o tempo ajudou à 'missa' e voilá...

Ingredientes:
(para a massa)
250g de farinha tipo 55
1 colher de café de açúcar
1 saqueta de levedura
1 pitada de sal
2 colheres de margarina derretida
+ - 1.5dl de água bem quente

(para o recheio)
meia lata de cogumelos
1 lata de atum em azeite (como já referi numa receita anterior, uso da marca 'Tenório')
1 queijo mozzarela
meia banana
meia maça reineta
3 colheres de molho de tomate (usei da marca auchan e achei muito saboroso)
2 delicias do mar
oregãos q.b.

Confecção:
pré-aqueça o forno a 200º e iniciar a confecção da massa:
numa taça misture a farinha, o açúcar, a levedura e o sal (a olho). Abra um buraco ao meio e deite a margarina derretida e a água. Envolva tudo com as mãos até que a massa despegue da taça com facilidade. Deixe 10 minutos a levedar.
Para estender a massa, pode fazê-lo como no país de onde esta receita é famosa (à mão) ou então usar o rolo da massa e fazê-lo com a perícia que as nossas mães nos ensinaram! Seja lá qual for a sua escolha, vai ficar maravilhoso!
Depois siga a ordem que achar mais conveniente, no entanto seguindo as instruções das receitas sobre este prato, primeiro barra-se o tomate depois a mozzarela partida em fatias finas e os outros ingredientes à 'vontade do freguês'!
No fim, coloque sempre os oregãos e um fio de azeite muito fino para não deixar a pizza enjoativa.
Forno durante 15/20 minutos e já está!